domingo, 3 de janeiro de 2016

Quem tu és?

Levanta hoje e pensa quem tu és.
Se não sabes,observa como te comportas  no dia a dia.
Nas questões aonde o outro ou os outros também devem ser conceituados e considerados.
E vê com olhos bem abertos do que és capaz.
Vê se em ti há amor suficiente para que possas graciosamente doar.
E caso estejas em uma temporada de seca,de vazio na alma,
faz brotar o que te falta.
Como um rio caudaloso,deixa vazar e fluir sem interrupção aquilo que te aproxima e alimenta a relação com o teu igual.
Pois diferente, somente Deus.
Tens condicionado e abastecido tua alma para o amor?
E caso estejas confuso e sem entender quem tu és e onde estás diante de Deus e dos homens,
lembra-te :
de sorte que, se os teus olhos forem bons,
todo o teu corpo terá luz;
os teus olhos forem maus,
o teu corpo será tenebroso.
Se, portanto, a luz que em ti há são trevas,
quão grandes serão tais trevas!
Mateus 6:22

Vê portanto como tu enxergas o outro.
Como pensa,sente e age.
Examina-te e vê se teu caminho mental  se teu comportamento materializado é expressão do amor.
E caso percebas  que estás vazio e tuas escolhas foram desviadas dessa rota,
retoma aquilo que de fato é o teu chamado, a tua vocação.
Tu foste chamado para amar,
e ser muito amado por aquele que vos chamou.

Lígia Brandão
Niterói ,em 31/12/2015.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

sábado, 12 de abril de 2014

A caverna (Platão)


Platão explicou muito claramente os seus pensamentos sobre a verdade e a realidade pelo célebre Mito da caverna, no 7.º livro da "República".




...Imagine um grupo de pessoas que habita o interior de uma caverna subterrânea, estando todas de costas para a entrada da caverna e acorrentadas pelo pescoço e pés, de sorte que tudo o que vêem é a parede da caverna. Atrás delas ergue-se um muro alto e por trás desse muro passam figuras de formas humanas sustentando outras figuras que se elevam para além da borda do muro. Como há uma fogueira queimando atrás dessas figuras, elas projetam sombras na parede da caverna. Assim, a única coisa que as pessoas da caverna podem ver é este “teatro de sombras”. E como essas pessoas estão ali desde que nasceram, elas acham que as sombras que vêem são a única coisa que existe. Imagine agora que um desses habitantes da caverna consiga se libertar daquela prisão. Primeiramente ele se pergunta de onde vêm aquelas sombras projetadas na parede da caverna. Depois consegue se libertar dos grilhões que o prendem. E o que acontece quando ele se vira para as figuras que se elevam para além da borda do muro? Primeiro, a luz é tão intensa que ele não consegue enxergar nada. Depois, a precisão dos contornos das figuras, de que ele até então só vira as sombras, ofusca a sua visão. Se ele conseguir escalar o muro e passar pelo fogo para poder sair da caverna, terá mais dificuldade ainda para enxergar devido à abundância de luz. Mas depois de esfregar os olhos, ele verá como tudo é bonito. Pela primeira vez verá cores e contornos precisos; verá animais e flores de verdade, de que as figuras na parede da caverna não passam de imitações baratas. Suponhamos, então, que ele comece a se perguntar de onde vêm os animais e as flores. Ele vê o Sol brilhando no céu e entende que o Sol dá vida às flores e aos animais da natureza, assim como também era graças ao fogo da caverna que ele podia ver as sombras refletidas na parede. Agora, o feliz habitante das cavernas pode andar livremente pela natureza, desfrutando da liberdade que acabara de conquistar. Mas as outras pessoas que ainda continuam lá dentro da caverna não lhe saem da cabeça. E por isso ele decide voltar. Assim que chega lá, ele tenta explicar aos outros que as sombras na parede não passam de trêmulas imitações da realidade. Mas ninguém acredita nele. As pessoas apontam para a parede da caverna e dizem que aquilo que vêem é tudo o que existe; é a única verdade que existe; é a realidade. Por fim, acabam matando aquele que retornou para dizer-lhes um monte de "mentiras".



terça-feira, 1 de abril de 2014

video
Profetas!Para uma geração que profeta tem que ter essa pinta,fazer o que?


"Deus fala"."Deus É". O tempo todo,em todos os tempos.O amor de Deus gesta nos corações o bem,e para além.E por isso que o Brega sabiamente diz:A árvore se alegra em ser sombra, abrigo e alimento para o outro, para o sedento, o desabrigado e faminto.Corações em estado de envolvimento amoroso com Deus, se transformam em sombra,pão e abrigo.O amor se instala e passa a rodar na vida prática do dia a dia.E............ a madre Tereza simplifica e explica bem;O amor,gera o serviço e o serviço gera a paz.

Os Africanos de uma determinada tribo tem na ponta da lingua uma confissão no mínimo bombástica:SAWABONA(significa)

"Eu te respeito, eu te valorizo. Você é importante pra mim"(EU TE AMOOOOOOOO)

Em resposta as pessoas dizem SHIKOBA,que é:

"Então, eu existo pra você"(SOU AMADO,SOU VISTO E OUVIDO)Em resumo eu te percebo pois você me percebe.Que bom,nós nos amamos!

Na minha opinião, oração cuspida e escarrada,ouvida por Deus.

E nossa geração tem visto todos os dias a boa mão do Senhor sobre todos ,sobre nós, os nossos e em toda a terra(sob justos e injustos).E por isso cada dia mais eu amo meu Deus,sua bondade e misericordia que é transbordada abundantemente sobre nós.

"Quem nele crê não será confundido.De sorte que não há distinção entre Judeu e Grego(todos são iguais para Deus),pois Ele é Senhor de todos,rico para todos os que o invocam.porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo."Romanos 10:11,13

E minha oração hoje,é que os nossos corações percebam a bendita graça que se derrama,que possamos ser sombra,abrigo e alimento.

"Nisto reconhecerão todos que sois meus discipulos se tiverdes amor uns pelos outros."João 13:35

"Assim seja.Amém.........................uma noite longa,uma vida curta.............

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Nas águas do amor

Nas águas do amor


Amor e tempo.



O homem tem dificuldade de conhecer a si próprio,o que dirá aos outros.O fato é que não se pode dizer nada além do que a aparência deixa ver.Por isso na aparência da caridade pode haver muita maldade instalada.Na aparência da simplicidade pode haver muita arrogância no coração.Na aparência da pobreza material pode haver muita riqueza interior,e por aí vai.

Portanto na aparência podemos ver coisas que na sua forma real podem ser outras,um verdadeiro Denorex.Parece mas não é, quem já não ouviu falar?

Somos enganados todo o tempo até por nós mesmos,e por isso vamos tropeçando aqui e ali.

As verdadeiras motivações do coração humano são medidas e verificadas com toda clareza pelo Eterno.

E assim não fica muito difícil perceber que o que de fato existe em nós,são as nossas mais íntimas e legitimas intenções.E essa composição invisível do ser é o que de fato somos,a impressão digital da alma.

Quando nossas motivações fazem par com o amor,assim somos e andamos na luz.Mas quando as nossas motivações fazem par com a ausência do amor,infelizmente colocamos nossa alma nas sombras no abandono completo de Deus.Não porque Deus queira,mas sim porque escolhemos andar assim.

Esse caminho que pega a estrada do amor se inicia nas escolhas do coração.

Sábio é gerar dentro de nós um encontro e alinhar a decisão de amar sem retorno(seguir as pegadas de Cristo) somada ao tempo da nosa existência.Amor sincero legitimado na consciência e praticado no chão da terra,esse é o caminho.No dia que se chama hoje,aqui e agora,é tempo de amar assim de decidir viver assim.E nessas condições a vida vira uma

enxurrada,um rio caudaloso que corre sem parar para dentro de cada um.Um mar de amorque nunca seca.E nessa condição vamos pela vida pregando e se for preciso também podemos falar.

Que o bom Deus nos equipe para andarmos nas águas do amor.













segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Senhor,Sol de Justiça.

SENHOR,SOL DE JUSTIÇA.

Um lapso de tempo uma brecha no espaço,e esse é o  dia que se chama hoje.
Amanhece o dia e junto toda nossa capacidade de viver é convocada,de se dar, de amar.Hoje passa rápido e quando nos dermos conta já se foi.Mas logo um novo hoje desponta e todas as possibilidades brotam e transbordam,a vida pulsa .No bater do coração fica marcado o passo e todo compasso do ser.Nada mais do que música letrada por muitos autores e regida pelo eterno.
E a trilha sonora que acompanha todo ese enredo é sofisticada e composta por sinfonias de pássaros,os sons das águas e ventos.Obra bendita que se movimenta e acontece sem parar  em uma continuidade que impressiona e maravilha.Acho sinceramente que tudo que não para, serve principalmente para nos lembrar que Deus está no controle na regência,simplesmente Deus está em tudo todo o tempo.
Eterna música da vida que transforma o nosso estado e renova o olhar."Basta contemplar a cada amanhecer,se renovar,ver Deus.E ver Deus,e ver Deus,e ver...........................................................................................
sal 19. 1,5
Os céus contam a Glória de Deus,
e o firmamento proclama a obra de sua mãos,
O dia entrega a mensagem a outro dia.
e a noite a faz conhecer a outra noite.

Não há termos,não há palavras,
nenhuma voz que deles se ouça,
e por toda a terrra sua linha aparece,
e até aos confins da mundo a sua linguagem.




segunda-feira, 4 de março de 2013

http://www.youtube.com/watch?v=dwdX8XND40U

Mateus 21:43,44
"Por isso vos afirmo que o Reino de Deus vos será tirado e confiado a um povo que o fará produzir seus frutos".Aquele que cair sobre esta pedra ficará em pedaços,e aquele sobre quem ela cair,ficará esmagado.